terça-feira, 31 de março de 2009

A Oferta da Viúva Pobre - Marcos 12: 41-44



No decorrer do capítulo 12 do livro de Marcos, Jesus está ensinando no templo aos discípulos e multidão que sempre o acompanhava. Ao final do capítulo, Ele se dirige ao interior do templo e assenta-se de acordo com verso 41, diante do gazofilácio que é a caixa ou urna onde se deposita os dízimos e ofertas e que usualmente localiza-se em frente ao altar ou sobre, portanto Jesus estava nas primeiras bancadas observando cada pessoa que depositava a sua oferta.

Ele não observava quem dava mais ou quem dava menos, pois o nosso Deus é o dono de todo ouro e prata, mas olhava para os corações, para as motivações. A Palavra nos diz que muitos ricos depositavam grandes quantias, mas uma viúva pobre deu tudo quanto possuía, ela deu todo o seu sustento, como afirmou o mestre, e ainda acrescentou: "...em verdade vos digo que esta viúva pobre depositou no gazofilácio mais do que o fizeram todos os ofertantes..." (v. 43). Todos deram as sobras que possuíam, mas a viúva deu com qualidade, com amor, com devoção, com zelo...

Em I Crônicas 21: 18-27, depois da revelação que o Profeta Gade recebe do Anjo, Daví dirige-se a Eira de Araúna ou Ornã, para levantar um altar ao Senhor. Ele havia desobedecido ao Senhor fazendo o levantamento do censo, quando Deus ordenou que o mesmo sempre confiasse no Seu Poder e não nos seus homens de guerra, mas a vaidade havia tomado conta do coração de Daví e agora, por escolha do próprio Rei Daví diante de Deus e do Profeta Gade, o Anjo da Justiça havia sido enviado para lançar uma grande peste sobre Israel matando assim vários de seus homens de guerra como podemos constatar no capítulo 21. Araúna decide oferecer ao Rei tudo o que ele necessitasse de graça, bois para o holocausto, e os trilhos para a lenha, e o trigo para a oferta de manjares, ele deu tudo, mas Daví disse no verso 24: "...Não, antes, pelo seu inteiro valor a quero comprar, porque não tomarei o que é teu para o Senhor, nem oferecei holocausto que não me custe nada." Davi pagou segundo o verso 25, 600 siclos de ouro pelo lugar...

A viúva pobre e Daví, ambos entenderam que necessitavam oferecer ao Senhor o melhor, com qualidade e excelência. Quantas vezes damos ao Senhor a sobra do nosso tempo, do nosso coração, da nossa oferta, dos nossos dízimos, dos nossos bens, a sobra dos cultos diários na Igreja, a sobra na frequência da Escola Bíblica Dominical, a sobra da obediência ao Senhor e aos Pastores que ele delegou sobre a tua vida, a sobra do teu testemunho pessoal e etc...

Ofereça ao Senhor sempre o melhor, pois Ele pagou um alto preço por você na cruz...

Deus abençoe

Mensagem pregada na Shekináh na noite do dia 28/03/2009
Pr Lincoln Lózer

3 comentários:

  1. Amados de Deus, essa palavra é impactante pois em muitas ocasiões de nossas vidas nós não oferecemos a Deus as nossas primícias.Outra passagem interessante sobre dá o seu melhor ocorreu na vida do famoso pai da fé Abraão,Deus pediu a esse servo o seu filho, o seu tesouro a sua tão sonhada promessa e Abraão se esvaziou da sua vontade dos seus planos e sonhos e simplismente entregou o seu melhor para Deus,Aquele que é soberano e que tem todo o controle em suas mãos.
    Devemos ousar ir além sair do nosso comodismo espiritual, entregar pra Deus o nosso Isaque,entregar tudo que temos e tudo o que somos e é certo que a recompensa vem e o Pai celestial derrama sobre nós também o seu melhor e nos coloca em lugar de excelência.

    ResponderExcluir
  2. Ímillie Azevedo2 de abril de 2009 16:21

    A palavra nos ensina que devemos fazer como a viúva pobre e Davi..dá o melhor de nós.Pq nosso Deus pagou um auto preço por mim e por vcs!A palavra é grandiosamente poderosa.Amém q Deus continue derramando benções sobre a comunidade Shekináh.

    ResponderExcluir
  3. fabiane cristhie7 de maio de 2010 13:58

    AMEI A MENSAGEN E UM ENSINO MUITO RICO, E QUE TODOS OS CRISTÃO DEVERIA TER COMO FORMA DE VIDA A PAZ DO SENHOR

    ResponderExcluir